Follow by Email

terça-feira, 7 de abril de 2009

Medo III



Medo dos outros.




Alguns de nós adota uma postura auto defensiva, desconfiando sempre e com isso andamos pra trás, tudo por medo do que o outro possa fazer.
Claro que nos dias de hoje é normal sentirmos medo dos outros, apesar de este ser um medo que existe há muito tempo. Acontece que no passado a diferença de amigo e inimigo era mais definida, feita por critérios como pátria, raça e religião e hoje a nossa confiança depende da nossa percepção no caráter de cada um.
Deveríamos confiar em alguém até q esse nos provasse o contrário, eu procuro fazer isso, mas nem tdos conseguem, e acabam seguindo a própria intuição. Eu, raras vezes sigo a minha!
Hoje em dia as amizades estão complicadas, está difícil separar amizade de interesse.
E me vem a pergunta: O que fazer então??!!!
Fechar as portas do coração?
Evitar encontros?
Bom, eu já me queimei, então evito brincar com fogo novamente. Não adianta, as experiências do passado estruturam nosso comportamento para garantir a sobrevivência. Quem não consegue estabelecer relacionamentos com ninguém pq sente medo de rejeição? E queria na verdade estar com outras pessoas, mas se afasta quando alguém se aproxima (opa, olha eu aí!!!), acho que precisamos de ajuda né?
Com certeza sim!
Para quem acha que seus medos crescem quase a ponto de paralisar, é necessário desenvolver coragem, essa força racional capaz de ultrapassar o medo, mas não vencê-lo, disse o Drº. Girovate.
A gente não vai sem medo, a gente vai apesar do medo!

Nenhum comentário: