Follow by Email

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Tantas de mim...

Ás vezes sou precisa como bússola. Em outras, me perco na vastidão de mim. Ás vezes sou asas imensas. Em outras, sou chão, raízes firmes. Ás vezes sou âncora segura. Em outras, um barco à deriva. Ás vezes sou olhar calmo e sereno. Em outras, todo o espanto nos olhos. Ás vezes, taxativa sou ponto final, em outras, um mundo de reticências. Ás vezes sou o doce do (re) encontro. Em outras, o amargo sabor da saudade. Ás vezes a calmaria das águas plácidas, em outras, a ferocidade do mar revolto.
Ás vezes sou céu azul e limpido, em outras, sou chuva torrencial. Ás vezes sou cores vibrantes, em outras, soturna palidez...ás vezes música contagiante, em outras, abissal silêncio se faz. Ás vezes sou inteira, em outras, fragmentos. Ás vezes sou trovas, rimas e cantos, em outras, me calo. Mas a poesia fala!!!!

Glória Salles


Nenhum comentário: